Google Tag Manager

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Artaban o quarto Rei Mago Artaban da Persia foi uma vida passada de Papai Noel

O quarto Rei Mago, Artaban da Persia, foi uma vida passada de Papai Noel





É a história de Artaban, um médico da antiga Pérsia, que dedicou sua vida à busca do Messias.

Procurando nas Sagradas escrituras o significado real da vida, Artaban descobre sobre Jesus, O Rei dos Reis que está para nascer na Judéia.


Então ele se desfaz de todas as suas posses materiais, compra duas pedras preciosas e uma pérola negra de alto valor e inicia uma jornada através do deserto onde deve encontrar-se com outros três Magos e, com eles, ir ao encontro de Jesus.

Artaban da Pérsia porém sofre um imprevisto e  não chega à tempo de encontrar-se com os Magos.

Muitos outros imprevistos também o impedem de encontrar Jesus antes de sua crucificação... porém, na manhã da Páscoa, uma mensagem divina fará com que Artaban compreenda o verdadeiro significado da vida.


Além de livro, filme e peça de teatro, a história de Artaban da Pérsia nos remete á muitas reflexões sobre o entendimento da mensagem de Jesus Cristo e a sua prática, por cada um de nós, do mandamento maior, o da caridade.


O quarto Rei Mago

Livro: O Outro Homem Sábio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/The_Other_Wise_Man

Primeira edição (publ. Harper & Brothers)

A história do Outro Homem Sábio é uma história curta escrita por Henry van Dyke. Ela foi inicialmente publicada em 1895 [1] [2] e foi reeditada várias vezes desde então, incluindo uma "edição do centenário", publicado em 1996 por Ballantyne Books. [3]


A história é uma adição e expansão do conto dos 3 Reis Magos Bíblicos, conforme narra o Evangelho de Mateus, no Novo Testamento. [4]

A história fala sobre um "quarto" homem sábio (assumindo que a tradição diz que os Magos eram três, pois o 3 representa a Trindade e o número da verdade),

Trata-se de um Sacerdote Rei Mago chamado Artaban, um dos astrólogos e sábios mais famosos da Pérsia.


Como os outros Magos, ele também vê os sinais nos céus, a conjunção de Vênus, Urano e Júpiter, sobre a casa astrológica de Peixes, A Estrela de Belém.


Artaban também sabia da profecia que revelava a vinda do Salvador de Humanidades ao Planeta Terra, com a chegada da estrela.

Pelos seus cálculos, ele conclui que o Messias deveria nascer na Judeia.

Ele entra em contato com os demais Sábios Magos com os quais mantém correspondência e combina com eles de irem os quadro para auxiliar na Obra de Redenção do Salvador.

E ele parte em missão para ver o menino recém-nascido, o rei entre os judeus.

Para contribuir na grandiosa obra do Mestre, o Messias, Artaban leva três pedras preciosas, o seu maior tesouro, como presente:

Um rubi de vermelho intenso,

Uma safira azul como o mar e,

Uma pérola negra de alto valor.

Os Reis Magos, vindos do Indostão, da India e do Egito, Baltazar de Shrinagar, Gaspar de Menares e Melchor de Horeb, haviam combinado um ponto de encontro juntamente com Artban da Pérsia, para juntos seguirem para a Judéia para ver o menino recém-nascido.

Para saber mais, clique sobre Mais informações, abaixo.



No entanto, Artaban necessitou de fazer uma parada ao longo do caminho para ajudar um moribundo. Para auxiliar a família e salvar a vida do homem doente Artaban da Pérsia precisou vender por quase nada do seu valor o precioso rubi que transportava.

Ele salvou a vida da família em necessidades, porém, ele chegou tarde para se encontrar com a caravana dos outros três homens sábios, que partira para cruzar o deserto do Sahara.

Como Artaban da Pérsia perdeu a caravana, e ele não podia atravessar o deserto com apenas um cavalo.

Assim, para poder continuar a seguir viagem, Artaban da Pérsia foi forçado a vender o segundo dos seus tesouros, a safira azul da cor do mar, a fim de comprar os camelos e suprimentos necessários para a viagem.


Ele então começa a sua jornada, mas chega em Belém tarde demais para ver a criança, o Menino Jesus.

Herodes havia determinado a matança de todas as crianças de Nazareth, com a idade entre zero e dois anos de idade, e para salvar a vida de Jesus, José e Maria partem em fuga no silêncio da noite.

Artaban da Pérsia, chega a tempo de salvar a vida de uma criança, ao preço de outro de seus tesouros, a perola negra.


Artaban ouve dizer que José, Maria e o Menino Jesus haviam partido para o Egito e decide viajar com os recursos que sobraram da venda das duas pedras preciosas para o Egito.


Artaban da Pérsia, viaja para o Egito mas não encontra Jesus.

Seguindo vagos informes, incansavelmente e já com muitas dificuldades, Artaban da Pérsia segue a sua procura determinada de encontrar o Messias, custe o que custar e leve o tempo que levar, e vai para muitos outros países, em busca de Jesus por muitos anos, sempre realizando atos de caridade ao longo do caminho.

Depois de 33 anos, Artaban da Pérsia ainda é um peregrino, e um buscador da luz.

Finalmente, Artaban da Pérsia chega a Jerusalém apenas a tempo para presenciar a crucificação de Jesus.

Ele usa todo o seu dinheiro restante de sua vasta fortuna, para resgatar uma jovem mulher que ia ser vendida como escrava.

Finalmente ao presenciar a crucificação de Jesus, O Cristo, Artaban da Pérsia se dirige ao Templo de Jerusarem para orar, desolado por não ter podido encontrar Jesus.


Cansado, trôpego, quase sem poder andar, com suas vestes em antrajos, Artaban da Pérsia chega a Jerusalém, somente a tempo de ver a Jesus Cristo jubilado carregando a sua cruz para o Gólgota.

Artaban, desolado se dirige para o templo de Jerusalém e no caminho é confundido com um mendigo que andava roubando os mercadores.

Artaban da Pérsia começa a ser apedrejado. Já sem forças para fugir, correr ou mesmo andar, Artaban é atingido na testa por um pedaço de telha arremessado por um mercador enfurecido.


Artaban morre, depois de ter falhado em sua busca para encontrar Jesus, mas ter feito muita coisa boa por meio de obras de caridade.


Ao exalar o seu último suspiro, Artaban da Pérsia ouve uma voz que lhe diz "Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes." (Mateus 25:40) [5]

Artaban da Pérsia morre em um esplendor de calma, admiração e alegria. Seus tesouros foram aceitos, e o quarto Rei Mago encontrou seu Rei.

Outras versões

A história foi dramatizada como um jogo várias vezes: por Pauline Phelps em 1951 [6], por Harold K. Sliker em 1952, [7] por Everett Radford, em 1956, [8] e por M. Percy Crozier e Margaret Bruce em 1963, [9], entre outros.

A adaptação para a TV da história foi apresentada no Hallmark Hall of Fame show (estrelado por Wesley Addy como Artaban) em 1953. [10] versões televisivas da história também apareceram na Kraft Television Theatre em 1957 (estrelado por Richard Kiley) [11] e no GE Verdadeiro Theater em 1960 (estrelado Harry Townes). [12] A comprimento total (73 minutos) filme de TV, intitulado "O Quarto Sábio", estrelado por Martin Sheen, foi transmitido em 30 de março de 1985. [13]

Um oratório ou ópera litúrgica baseado na história foi escrita por Susan Hulsman Bingham e estreada em 2000. [14]

A ópera de câmara foi escrita por M. Ryan Taylor e estreada em 2006. [15]

Uma ópera foi escrita por Damjan Rakonjac com libreto de David Wisehart e estreada em 2010. [16]

Uma versão simplificada do conto, destinado a crianças, foi escrito por Robert Barrett, em 2007. [17]

Uma pintura de Artaban foi feita pelo artista escocês Peter Howson para uso pelo Primeiro Ministro da Escócia, Alex Salmond, como seu cartão 2013 de Natal oficial. [18]

Comentário do autor

"Eu não sei como esta pequena história veio para a minha mente -. Fora do ar, talvez. Uma coisa é certa, não está escrito em qualquer outro livro, nem é para ser encontrado entre a antiga sabedoria do Oriente. E, no entanto eu nunca me senti como se fosse meu próprio foi um presente, e pareceu-me como se eu sabia o doador. "-. Henry Van Dyke [3]

"Tão linda e tão fiel ao que há de melhor em nossa natureza, e tão cheio do espírito de Natal, é essa história de The Other Man o sábio que deveria encontrar o seu caminho em cada maço de presentes de Natal na Terra." - Harper New Monthly Magazine [19]

"O que Van Dyke criou foi uma história tão simples e muito bem contada que o leitor não sabe que esta recriação do mundo, nosso Senhor sabia é reforçada pela pesquisa prodigiosa É um tour de force incrível." - Joe L. Wheeler, em Natal Meu coração [20]

Referências

Ir para cima ^ Van Dyke, Henry (1896). The Story of the Other Man Sábio. New York: Harper & Brothers Publishers.

Ir para cima ^ "A História do Outro Homem Sábio" Rare Antique Religioso Livro c.1895 / Autor: Henry Van Dyke (livros religiosos) a Inspirit Antiques

^ Ir até: a b Van Dyke, Henry (1996). A história do Outro Homem Sábio: edição de aniversário de 100. Ballantine Books. ISBN 978-0345406958.

Ir para cima ^ Mateus 2: 1-12, a versão King James, biblegateway.com

Ir para cima ^ "Mateus 24:40". King James Version. Bible Gateway. Retirado 09 de dezembro de 2014.

Ir para cima ^ Phelps, Pauline (1951). O outro homem sábio: Uma peça em um ato. Wetmore Declamação Bureau.

Ir para cima ^ Sliker, Harold G. (1952). O outro homem sábio: uma dramatização de Henry Van Dyke Short Story. Row, Peterson, and Company.

Ir para cima ^ Radford, Everett G. (1956). O outro homem sábio: Pageant Jogar em cinco cenas. Teatro House.

Ir para cima ^ Crozier, M. Percy; Bruce, Margaret (1963). O outro homem sábio: A Christmas peça em um ato. Oliver e Boyd.

Ir para cima ^ "O Outro Homem Sábio (1953)". IMDB. Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ "O Outro Homem Sábio". Teatro Kraft. IMDB. 25 de Dezembro de 1957. Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ "O Outro Homem Sábio". G.E. Verdadeiro Theater. IMDB. 25 de Dezembro de 1960. Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ "O Quarto Sábio". longa-metragem TV sindicado. 30 de marco de 1985.

Ir para cima ^ Bingham, Susan Hulsman (2000). "Opera Litúrgica: O Outro Homem Sábio". Criança e do Opera Company Litúrgica, LLC. Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ Taylor, M. Ryan (23 de dezembro de 2006). "O outro homem sábio". Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ "O Outro Homem Sábio". America Opera. Retirado 16 de junho de 2012.

Ir para cima ^ Van Dyke, Henry; Barrett, Robert (01 de outubro de 2007). O outro homem sábio. Ideais Publications. ISBN 978-0824955656.

Ir para cima ^ "características de arte Peter Howson no cartão de Natal de Alex Salmond". BBC News. 04 de dezembro de 2013. Retirado 05 de dezembro de 2013.

Ir para cima ^ Alden, Henry Mills (Dezembro de 1895 - maio 1896). "Literária Notes". Revista mensal nova do harpista 92 (1): 3.



Ir para cima ^ Wheeler, Joe L. (2007). Natal em meu coração. p. 12. ISBN 978-0828020299.